10/09/2018

CINCO ATITUDES PARA O SUCESSO NA CARREIRA FEMININA


Existem basicamente dois tipos de pessoas em qualquer empresa: aquelas que batem o ponto no fim do mês e aquelas que realmente trabalham, procuram novas saídas, aproveitam oportunidades, mudam, inovam, testam, fazem. E isso não tem nada a ver com quantidade de trabalho.
Uma pessoa com corpo, mente e alma em um objetivo pode produzir mais em uma hora do que alguém que fique nove horas em uma empresa fazendo o mesmo trabalho repetitivo,     
Entre esses dois tipos de profissionais está a maneira como eles vêem suas carreiras. O enfoque que eles dão ao que é importante e o que pode fazê-los progredir ainda mais.  Isso é valido para todas as pessoas, mas a mulher ainda coloca mais um item na equação: até que ponto ela quer imitar os homens no trabalho, ou não dedicar tanta atenção à família como o fazia antes?
Entretanto uma carreira bem administrada não requer tantos sacrifícios. Apenas reconhecer o que faz a diferença no ambiente de trabalho. É isso que os norte-americanos James M. Citin e Richard Smith mostram no livro As Cinco Atitudes para uma Carreira Espetacular – Insights Práticos e Objetivos para chegar mais longe. Veja o que eles têm a ensinar:

1ª característica:  Conheça seu valor :Essa parece ser uma característica óbvia. Porém, para começo de conversa, são poucas as mulheres que sabem, realmente, no que são melhores e quais são suas características que podem ser melhor aproveitadas na sua carreira. E esse é apenas o começo.                                                                                                                            
Não é só você que tem suas características, que pode e deve mudar e evoluir com o tempo. O mercado faz o mesmo. Enquanto você constrói sua carreira profissional novas oportunidades estão surgindo, novos setores se desenvolvem e a lei da ação e reação explica isso bem, certas carreiras somem. Provavelmente você conhece uma ex-operadora de telex ou ex - digitadora. O que ela faz agora?
Pois é, agora que você sabe quem é e para onde o mercado vai, descubra em que fase da carreira você está. Para os autores James e Richard, cada pessoa passa por três fases em sua carreira:
1 – Fase da Promessa – Vai do momento em que você pisa no seu primeiro emprego sério até os trinta e poucos anos. Eles afirmam que essa fase é essencial para se descobrir, achar o que realmente lhe agrada dentro de uma empresa. Se você conseguir começar sua carreira em uma grande empresa, melhor. As oportunidades de passar várias experiências diferentes são maiores, aumentando sua chances de encontrar o lugar onde você renderá o máximo.
 2 – Fase da colheita -  É onde a carreira atinge o ápice em termos de salário e/ou posição em determinada garantia. A fase da colheita depende exclusivamente da maneira como você se comportou na primeira fase. Não é à toa que muitas executivas gerenciam pessoas mais velhas que elas. É caracterizada pela reflexão e por uma compreensão maior do que ocorre no momento, no mundo.

 2ª característica: Carisma: Não significa apenas ser simpática. A líder carismática, segundo os autores, é aquela pessoa confiável, que se preocupa com a equipe, que sabe extrair o máximo de cada pessoa, sem aterrorizá-las. A líder carismática sabe dividir tarefas e recompensas. Ao se preocupar em garantir o sucesso de seus subordinados acaba, ela própria, sendo ainda mais bem-sucedida.  

 3ª característica: Conseguir o “vá em frente”:Lembra quando você foi atrás e seu primeiro emprego? O que você mais via no jornal eram anúncios pedindo pessoas recém formadas, com experiência. Dava vontade de dizer para alguns entrevistadores que não, você não tem experiência e nunca vai ter se ninguém a empregar pela primeira vez. Quando finalmente conseguiu, você dá mais de si, se destaca, mostra todo seu valor.
É por isso que conseguir o “vá em frente” é importante. E atenção: ele não pode ser presumido. Deve ser resultado de uma conversa direta e ser comunicado a todos os envolvidos. Do contrário, em vez de mostrar sua iniciativa e competência, você irá passar a mensagem de uma “aproveitadora” que quer “atropelar todo mundo aqui”.
Não basta ter ideias e disposição. É preciso trazer à empresa para o seu lado, conseguir o apoio – ou pelo menos, conseguir a promessa que ninguém vai atrapalhar ou se ofender – para fazer com que tudo funcione como o esperado. Respeite as pessoas com quem você trabalha. Informe seus planos, consiga a aprovação e vá em frente.

 4ª característica: Os 20% que fazem a diferença:Existe uma lei muito usada nos negócios, a lei de Pareto. Em suma, ela diz que 20% dos seus esforços são responsáveis por 80% dos seus resultados. E vice-versa. Oitenta por cento do que você faz no dia-a-dia, no fim do mês, representa um impressionante 20% de seus resultados. Muita galinha para pouco ovo, sem dúvida. É essa lei que as profissionais de sucesso sabem usar. Elas concentram-se naqueles 20% das atividades que realmente fazem seus negócios e sua carreira ir pra frente: as atividades mais importantes, que produzem o maior impacto, que dependem de mais atenção. Tornam-se cada vez mais eficientes nessas coisas e... delegam parte dos 80% restantes.
Identifique seus 80/20. Vá anotando em um caderno tudo o que você faz, o tempo que aquela ação toma e o que acontece no fim do mês. Concentre-se nos 20% mais importantes, eles farão a diferença na sua carreira.  

5ª característica: Descubra-se, apaixone-se, encaixe-se:Para os autores, a quinta característica das pessoas de sucesso amarra as outras quatro utilizando os conceitos anteriores de forma diferente. Eles dividem essas características em três passos:
 1. Use seus pontos fortes - Como você viu na primeira característica, é necessário conhecer o seu valor. Mas só isso não basta. É preciso usar qualidades, mostrar o que você tem a oferecer ao mundo de maneira positiva e que possa reverter em melhorias para a empresa e para todos nela.
 2. Apaixone-se pelo que faz – Esse é até um pouco difícil de se por na escala. Mas é paixão pelo trabalho mesmo, aquele sentimento de realização, de estar fazendo o melhor pelos outros, aquela coisa tão humana que nos faz ir para a frente. Não, não há números aqui. E você não precisa deles. Apaixone-se e vá em frente.
 3. A terceira regra é encaixar-se bem na sua empresa – Há toda uma cultura, um jeito de fazer as coisas, que foi se formando aos poucos. Não são regras escritas, nem imutáveis; porém, já chegar desafiando-as, querendo mudar a tudo e a todos é uma maneira certa de ser “esquecida” em um canto, sem direito a promoções ou desenvolvimento de novos projetos. Você pode sim, mudar a cultura de uma empresa: aos poucos e sem criar atrito com ninguém. Sua carreira agradece. Acima de tudo, James M. Citin e Richard Smith mostram que sua carreira, seu sucesso, dependem única e exclusivamente de você. Ouse dar o primeiro passo.

Construa sua felicidade.




Herbert Levy

Colunista: Herbert Levy

Educador, Coach e Mentor Profissional, Escritor de Artigos sobre Gestão Empresarial, Motivação pessoal e Qualidade de Vida em e revistas especializadas. Trainer em Desenvolvimento Pessoal, Profissional e Liderança. Practitioner em Programação Neurolinguistica-PNL pela The Society Neuro-Linguistic Programming de Richard Bandler.




Copyright © 2018 Heros - Consultoria & Coaching. Desenvolvido por Guilda Web